Paranaprevidência: beneficiários que não se recadastraram terão pagamentos bloqueados

Dos 113 mil aposentados e pensionistas da Paranaprevidência que foram convocados para fazer o recadastramento no ano passado, 101 mil atualizaram seus dados e outros cerca de 12 mil terão seus pagamentos bloqueados no próximo dia 31 de janeiro, data em que deveria ocorrer o crédito.

Embora a instituição tenha feito uma campanha no ano passado alertando para a importância do recadastramento e os eventuais bloqueios de pagamentos no caso de não atualização de dados, um número considerável de aposentados e pensionistas não a efetivou.

Felipe Vidigal, diretor-presidente da Paranaprevidênca, explica que 92% dos beneficiários atualizaram suas informações durante todo o ano passado, até o prazo final, dia 31 de dezembro. “Essas pessoas atenderam o chamamento da instituição. No entanto, 12 mil não se recadastram e, agora, precisam atualizar seus dados com a máxima urgência para regularizar seus pagamentos”, afirma.

Para os atrasados, o desbloqueio de pagamentos ocorrerá em até 72 horas após 31 de janeiro, data em que estava previsto o crédito. Este prazo diz respeito a 24 horas para a atualização de cadastro na Paranaprevidência e 48 horas de prazo bancário. “Nós estamos trabalhando ostensivamente para tentar reduzir este prazo, mas para isso o recadastramento deve ser feito com urgência por aqueles que ainda não fizeram a atualização de dados”, diz Vidigal.

O diretor-presidente afirma ainda que o recadastramento é importante para os beneficiários e para o Estado, pois trata-se de uma questão de segurança. “É com a atualização dos dados dos nossos beneficiários que estamos seguros de que o Estado paga pensões e aposentadorias efetivamente a quem é de direito”, diz.

ATUALIZAÇÃO – A atualização de dados pode ser feita pelo App Prprev – disponível para download nas lojas de aplicativos Apple Store e Play Store – no site da Paranaprevidência. Outra opção é de forma presencial, indo até a Central de Atendimento da instituição, em Curitiba ou aos Núcleos Regionais de Educação e Batalhões da Polícia Militar, espalhados por todo o Paraná.

ATENDIMENTO – Como a demanda de atendimento tende a aumentar no final deste mês e no início de fevereiro, a Paranaprevidência vai ampliar o horário de atendimento presencial em sua central, em Curitiba, a partir do dia 31 de janeiro. O atendimento será das 7h30 às 19h, com atendimentos exclusivo para recadastramento na ampliação, ou seja, das 7h30 às 8h e das 18h às 19h. A instituição disponibiliza ainda seu o número 0800 643 0037 para esclarecimento de dúvidas.

Não é permitida a reprodução deste conteúdo.