INSS confirma exposição de dados de segurados

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) confirmou que dados cadastrais de aposentados e pensionistas foram expostos por acessos descontrolados, em um problema que perdurou por décadas. O acesso indevido ocorreu por meio de logins de servidores públicos de outros órgãos que se aposentaram, foram exonerados ou pediram demissão, afetando cerca de 40 milhões de segurados. O INSS ainda está avaliando o impacto dessa exposição e se houve vazamento de informações. Somente após essa análise, o caso será encaminhado à Polícia Federal.

Apesar da exposição, o INSS afirmou que não houve prejuízo aos cofres públicos, pois o Sistema Único de Informações de Benefícios (Suibe) apenas armazena dados dos beneficiários, sem liberar benefícios. Em gestões anteriores, senhas para acessar o Suibe foram distribuídas a outros órgãos federais sem monitoramento adequado, permitindo acessos inseguros e contínuos mesmo após a saída dos servidores.

Medidas corretivas foram tomadas após a detecção do problema, incluindo a suspensão das senhas externas e a implementação de protocolos de segurança com certificação digital e criptografia. Essa nova camada de segurança impede que senhas mantidas por ex-servidores sejam usadas indevidamente.

O INSS desligou temporariamente o Suibe no início de maio para atualizar as medidas de segurança, o que paralisou a produção de estatísticas importantes, como o Boletim Estatístico da Previdência Social (Beps). A edição mais recente do Beps foi feita em fevereiro deste ano.

PLANTÃO DE INFORMAÇÕES

Aconteceu algo e quer compartilhar? Envie para nós!

Estamos nas redes sociais
Coloque o seu melhor e-mail e receba nossas atualizações

Ao repostar nosso conteúdo, dê os devidos créditos.