BORRAZÓPOLIS: Conselheiras Tutelares são agredidas e PM é acionado

A equipe da Polícia Militar na noite do dia 12 de fevereiro na Praça da República, em Borrazópolis, foram acionados para intervir em uma agressão envolvendo duas conselheiras tutelares e uma mulher identificada como D. C. P.

Por volta das 20:00, as conselheiras tutelares, em uma ação rotineira, tentaram orientar a mulher sobre as condições em que seu filho estava sendo deixado, supostamente dormindo no chão de um bar nas proximidades. No entanto, a abordagem não foi bem recebida, resultando em uma reação agressiva por parte da mulher.

Segundo relatos, D. C. P. teria desferido um soco no rosto de uma das conselheiras e chutado a outra, embora não tenha causado lesões aparentes. Após as agressões, a suspeita se evadiu para sua residência na Rua Goiás. A equipe policial prontamente seguiu até o local e a encontrou visivelmente embriagada.

Ao ser abordada, a mulher se recusou a sair da calçada e agarrou seu filho, resistindo à prisão. Foi necessário o uso de técnicas de controle e algemas para contê-la, resguardando a segurança de todos os envolvidos. O filho foi conduzido à casa de sua avó, que assumiu a responsabilidade pela criança.

Tanto a mulher quanto as conselheiras foram encaminhadas ao Hospital Municipal de Borrazópolis para a confecção do laudo de lesões corporais. Durante o trajeto até a unidade de saúde, a detida continuou a se debater e gritar na viatura policial.

Posteriormente, todas as partes foram levadas ao Destacamento Policial Militar de Borrazópolis para a elaboração do Termo Circunstanciado de Infração Penal por desacato cometido contra as conselheiras tutelares.

Não é permitida a reprodução deste conteúdo.