Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Ratinho Junior anuncia mudanças em secretarias e outros órgãos no Paraná

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta sexta-feira (3) algumas mudanças na equipe de secretários estaduais e em outras estruturas do Governo do Estado, em função da desincompatibilização dos secretários que planejam disputar o pleito deste ano.

As alterações estão no comando das pastas da Fazenda, Cidades, Inovação, Modernização e Transformação Digital, Administração e Previdência, Agricultura e Abastecimento e Desenvolvimento Sustentável. Também há trocas na Controladoria-Geral do Estado, Sanepar, Fomento Paraná, Instituto Água e Terra e Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). As mudanças vão ocorrer durante o mês maio.

A procuradora Leticia Ferreira da Silva será a nova controladora-geral do Estado. Formada em Direito pela Universidade Estadual de Londrina, ela iniciou carreira em 1996, foi procuradora-chefe nas Procuradorias Regionais de Jacarezinho, Londrina e Maringá e também foi procuradora-geral do Estado na primeira gestão.

O então secretário de Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, vai para a Fazenda. Economista e técnico agrícola por formação, ele também possui especialização em Economia Rural e Segurança Alimentar. Ortigara é servidor público da Seab desde 1978, onde ocupou as funções de pesquisador, gerente, coordenador, analista, diretor e diretor-geral até chegar ao posto de secretário, de 2011 a abril de 2018 e de janeiro de 2019 a maio de 2024.

O novo secretário de Agricultura e do Abastecimento será Natalino Avance de Souza, que era diretor-presidente do IDR-Paraná. Ele terá como meta continuar os programas de atendimento à agricultura familiar e cooperativismo, proteção de nascentes e do solo, além da defesa agropecuária, áreas em que o Paraná é destaque mundial.

Ex-secretário da Fazenda, Renê Garcia Junior, que é doutor e mestre em Economia e bacharel em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas, além de bacharel em Economia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, vai para a diretoria financeira do BRDE. Na Fazenda, ele ajudou a implementar o Profisco II, programa de modernização da gestão fazendária, e apoiar o crescimento do superávit orçamentário.

O cargo no banco, que bateu recorde de financiamentos em 2023, era ocupado por Wilson Bley Lipski, que agora assumirá a Sanepar. Formado em Direito pela Universidade Católica do Paraná e pós-graduado pelo Instituto Brasileiro de Estudos Jurídicos em Direito Contemporâneo, Lipski também presidiu o BRDE entre novembro de 2021 e fevereiro de 2023, além de ter sido superintendente do Paranacidade, secretário estadual do Desenvolvimento Urbano e conselheiro da Agência de Fomento do Estado do Paraná.

Ex-diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile assumirá a Secretaria da Administração e da Previdência (Seap). Ele presidia a companhia de saneamento desde janeiro de 2019. Formado em Direito pela Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel e pós-graduado em Sustentabilidade do Território Urbano Paranaense na França, também possui especializações em Direito Administrativo e Direito Processual Civil. Ele ainda foi presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Cascavel e diretor Administrativo-Financeiro do Paranacidade.

Na Secretaria das Cidades, quem assume é Camila Mileke Scucato, que presidia o Paranacidade. Engenheira Civil formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, ela também possui MBA em Sistema de Gestão Ambiental e pós-graduação em Direito Ambiental pela mesma instituição. Ela está desde 2010 no Paranacidade, órgão vinculado à Secid. O então secretário Eduardo Pimentel volta para a Prefeitura de Curitiba.

Na Secretaria de Inovação, Modernização e Transformação Digital, Marcelo Rangel será substituído por Alex Canziani, que presidia o Instituto de Desenvolvimento de Londrina. Ele foi deputado federal e secretário de Estado em 1999. É bacharel em Direito.

Na Secretaria do Desenvolvimento Sustentável, o novo secretário será Everton Souza, que era diretor-presidente do Instituto Água e Terra (IAT), que agora será ocupado por José Luiz Scroccaro, até então era diretor de Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos do órgão. Eles darão continuidade às ações ambientais que colocaram o Paraná como exemplo global de sustentabilidade.

O ex-secretário de Desenvolvimento Sustentável, Valdemar Bernardo Jorge, vai assumir a Fomento Paraná. Heraldo Neves, que presidia a instituição financeira desde 2019, e ajudou a expandir o atendimento no microcrédito pelo Interior, vai assumir um cargo do BRDE.

Ao repostar nosso conteúdo, dê os devidos créditos.