Policial do 10º BPM salva a vida de bebê engasgado em Apucarana

Na última quarta-feira, 10, a guarnição composta pela Cabo Fernanda e pelo Cabo Fred realizava patrulhamento pela Vila São Carlos, em Apucarana, quando foram abordados por uma mulher com sua bebê recém-nascida nos braços, pedindo socorro. A mãe, desesperada, relatou que a criança havia engasgado e não estaria respirando.

Imediatamente, a Cabo Fernanda desembarcou da viatura, segurou a criança, e realizou manobras de desengasgo, na tentativa de desobstruir a via respiratória da recém-nascida. A ação praticada pela militar foi bem-sucedida e a pequena criança voltou a respirar. Na sequência, foi levada pelos familiares a um posto de saúde para atendimento médico e passa bem.

Em suas redes sociais, a tia-avó agradeceu a ação policial e afirmou que a militar foi o “anjo da guarda” da pequena criança.

A Cabo Fernanda relatou que teve o devido treinamento dentro da Polícia Militar a respeito das manobras a serem realizadas em crianças, bem como em adultos, e destacou: “Graças a esses ensinamentos que a gente tem dentro da Corporação eu consegui salvar a Stella”. Também citou a importância de manter a calma e passar essa tranquilidade aos familiares, o que faz toda a diferença.

Cabe ressaltar que essa manobra pode ser realizada por qualquer pessoa, e é fundamental que os pais saibam como agir em casos como este, pois uma simples técnica é capaz de salvar uma vida. A Secretaria da Saúde do Paraná explica como proceder:

Como agir em caso de engasgo em bebês

Coloque o bebê de bruços em cima do seu braço e faça cinco compressões entre as escápulas (no meio das costas). Vire o bebê de barriga para cima em seu braço e efetue mais cinco compressões sobre o esterno (osso que divide o peito ao meio), na altura dos mamilos. Tente visualizar o corpo estranho e retirá-lo da boca delicadamente. Se não conseguir, repita as compressões até a chegada a um pronto socorro ou hospital. Esses procedimentos são válidos somente se a criança ou o adulto engasgado estiverem conscientes. Vítimas inconscientes precisam de atendimento hospitalar rapidamente. Os primeiros socorros para asfixia ou engasgo devem ser tomados até que seja possível o atendimento especializado.

Como agir em caso de engasgo por corpo estranho: Manobra de Heimlich

Posicione-se por trás e enlace a vítima com os braços ao redor do abdome (se for uma criança, ajoelhe-se primeiro), caso ela esteja consciente. Uma das mãos permanece fechada sobre a chamada “boca do estômago”. A outra mão comprime a primeira, ao mesmo tempo em que empurra a “boca do estômago” para dentro e para cima, como se quisesse levantar a vítima do chão. Faça movimentos de compressão para dentro e para cima (como uma letra “J”), até que a vítima elimine o corpo estranho.

Não é permitida a reprodução deste conteúdo.