Máquinas que transformam garrafas de vidro em areia são instaladas no Litoral do Paraná

Foto: Gabriel Rosa/AEN

O Instituto Água e Terra (IAT) começou a instalar máquinas recicladoras de garrafas no Litoral. A ação integra o eixo de sustentabilidade da temporada do Verão Maior Paraná 2023-2024. O primeiro equipamento, para decomposição de frascos de vidro, entrou em funcionamento na sexta-feira (12), durante apresentação da dupla sertaneja Hugo e Guilherme, na arena de shows instalada pelo Governo do Estado em Matinhos.

Ao todo, o IAT vai disponibilizar 24 máquinas, sendo 12 para reciclagem de garrafas de plástico (pet) e 12 para reciclagem de garrafas em vidro. Cada um dos sete municípios da região vai receber ao menos um par – Guaratuba (1), Matinhos (2), Pontal do Paraná (3), Ilha do Mel (2), Paranaguá (1), Morretes (1), Guaraqueçaba (1) e Antonina (1). Eles serão instalados nas próximas semanas conforme cronograma de entrega da empresa fabricante do equipamento. O investimento total é de R$ 1,2 milhão – R$ 50 mil por máquina.

As máquinas precisam de apenas três segundos para transformar as garrafas de vidro em areia. Tempo semelhante para a decomposição do plástico (sem a tampas no caso dos vasilhames de refrigerante), que retorna ao mercado como uma nova embalagem.

Diretor-presidente do IAT, Everton Souza destaca que todo o material originado pelos equipamentos será doado integralmente para a associações de coletores instaladas no Litoral. São esses grupos que ficarão responsáveis pela coleta no local e pelo transporte dos resíduos até os galpões de reciclagem. Segundo ele, o conteúdo pode ser reaproveitado de diferentes formas, como em peças de artesanato, insumo para a construção civil ou retornando à cadeia produtiva por meio de novas embalagens.

“Essa é uma iniciativa muito importante para a gestão de resíduos no Litoral já que, a partir do momento que essas máquinas trabalham para reduzir o volume de vidro e de garrafas pet, elas agregam valor ao resíduo, beneficiando diretamente quem trabalha com a coleta de materiais recicláveis”, afirma ele. “São 12 pares que serão instalados em todo o Litoral, em um processo bastante significativo para a qualidade ambiental do Paraná”, acrescenta Souza.

Ele lembra que, após o fim da temporada de verão, todas as máquinas serão doadas para os respectivos municípios, permitindo às prefeituras locais darem continuidade durante o ano todo à ação de sustentabilidade. “O governador Ratinho Junior quer que as pessoas usem o Litoral durante o ano inteiro, por isso implementamos políticas que possam ser perenes, beneficiando as cidades, os moradores e turistas em todos os momentos”, ressalta o diretor-presidente do órgão ambiental do Paraná.

ECONOMIA CIRCULAR – A designer e artista vidreira, Desiree Sessegolo, de Curitiba, estava encantada com a tecnologia. No sábado (13), ela deu um tempinho no passeio pela orla de Matinhos para entender melhor a dinâmica. Viu, conversou e pediu explicações sobre a operação que, segundo ela, tem capacidade para transformar definitivamente o setor.

“Essa máquina é fantástica. Ao triturar, ela acaba com o problema logístico do vidro, que por ser muito pesado, encarece a reciclagem. Agora, tenho certeza de que muitos vidros voltarão à indústria para serem reaproveitados, garantindo a circularidade do produto”, diz.

MAIS LIMPEZA – O investimento por parte do Governo do Estado apenas em sustentabilidade é de aproximadamente R$ 27,5 milhões. A maior parte do orçamento, na ordem de R$ 26,3 milhões, foi repassado pelo IAT aos sete municípios do Litoral para intensificar ações de coleta, transporte e destinação final de resíduos sólidos, desassoreamento e limpeza dos canais, além de outras atividades relacionadas ao órgão, como a fiscalização, licenciamento e educação ambiental.

O recurso permitiu também aos municípios instalarem biodigestores (equipamento usado para o processamento de matéria orgânica como fezes e urina) para evitar a possível contaminação gerada pelos banheiros químicos.

VERÃO MAIOR PARANÁ – O Verão Maior Paraná reúne uma série de ações voltadas aos veranistas e moradores dos municípios do Litoral, além de Porto Rico e São Pedro do Paraná, no Noroeste. São atividades esportivas e de lazer que englobam aulas de ginástica, dança, caminhadas, recreação infantil, shows, torneios e competições nacionais e internacionais, programação inclusiva e educação ambiental. A agenda completa pode ser consultada no site www.verao.pr.gov.br.

Não é permitida a reprodução deste conteúdo.