Jovem atacada com ácido tem melhora no estado de saúde

A jovem de 23 anos atacada com ácido em Jacarezinho teve melhora no estado geral de saúde e já respira sem a ajuda de aparelhos. De acordo com o último boletim médico, ela está consciente, mas ainda sem previsão de alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A mulher está internada na ala de queimados do Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Uma suspeita confessou o crime e foi presa na última sexta-feira (24) próximo ao local do ataque.

Na delegacia, a suspeita disse que foi motivada por ciúmes do ex-companheiro.

Ao repostar nosso conteúdo, dê os devidos créditos.