FENOL: Venda e uso estão proibidas

Produtos à base de Fenol estão proibidos de serem usados em procedimentos de saúde ou estéticos. É o que determinou a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Em nota, a autarquia proibiu a importação, fabricação, manipulação, comercialização e propaganda dos produtos. Vale lembrar que no começo de junho, um jovem morreu após complicações geradas por um peeling de Fenol. O rapaz fez o procedimento em uma clínica estética, mas a dona do local não tinha especialidade ou autorização para fazer esse tipo de procedimento, que consiste na aplicação de uma solução cáustica que provoca a queimadura e a descamação da pele.

Apesar de ser autorizado no Brasil, esse procedimento é muito invasivo e agressivo, por isso é indicado para casos mais extremos. A Anvisa também reforça que é importante fortalecer a fiscalização de estabelecimentos e profissionais que prestam esse tipo de serviço.

PLANTÃO DE INFORMAÇÕES

Aconteceu algo e quer compartilhar? Envie para nós!

Estamos nas redes sociais
Coloque o seu melhor e-mail e receba nossas atualizações

Ao repostar nosso conteúdo, dê os devidos créditos.