Diocese de Apucarana proíbe campanha eleitoral nas igrejas

O Bispo Dom Carlos José de Oliveira da Diocese de Apucarana, em consonância com o Papa Francisco e o Colégio Episcopal, emitiu um decreto sobre as Eleições Municipais de 2024. No documento, é determinado que nas paróquias, instâncias diocesanas, pastorais e movimentos, não deve haver exposição ou colaboração direta e ostensiva a candidatos e pré-candidatos a cargos políticos.

Além disso, é proibida qualquer manifestação que configure propaganda eleitoral ou solicitação de votos que possa configurar crime eleitoral.

O decreto ressalta a importância da neutralidade das instituições religiosas durante o período eleitoral, de acordo com a legislação eleitoral vigente.

Também destaca que as lideranças leigas que participam das eleições municipais como candidatos ou que apoiam diretamente um candidato devem solicitar licença de suas atividades junto às pastorais, serviços e movimentos durante o período eleitoral, conforme regulamentado pelo Bispo Diocesano.

O documento foi emitido na Cúria Diocesana de Apucarana-PR, no dia 22 de maio de 2024, em coincidência com a Festa Litúrgica de Santa Rita de Cássia, e foi assinado pelo Bispo Diocesano e pelo Chanceler do Bispado.

Ao repostar nosso conteúdo, dê os devidos créditos.