Confronto com a Rotam termina com um morto em Apucarana

Um jovem de 22 anos morreu durante um confronto com uma equipe da Rotam, da Polícia Militar de Apucarana, na madrugada desta segunda-feira (12). A ação ocorreu após a recaptura de um homem foragido do sistema prisional da cidade de Faxinal em Grande Rios, que revelou o paradeiro de outros dois comparsas, também fugitivos.

De acordo com as informações, a dupla estaria escondida no bairro Cidade Educação, em Apucarana. Ao chegarem ao local indicado, os policiais avistaram algumas pessoas na calçada de uma residência, que correram para dentro da casa ao perceberem a presença policial. Após dar voz de abordagem, que não foi acatada, a equipe policial entrou na casa.

Durante a ação, duas mulheres com várias crianças saíram do imóvel. Uma delas foi questionada sobre a presença de mais alguém na residência, mas negou. Enquanto os moradores deixavam a casa, os policiais ouviram barulhos no telhado, indicando uma possível tentativa de fuga. Ao entrarem no imóvel, encontraram um dos suspeitos em um quarto, portando uma arma de fogo.

Os policiais ordenaram que ele largasse a arma, mas a ordem não foi acatada, resultando em um confronto no qual o homem foi baleado e veio a óbito. Apesar dos esforços dos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), nada pôde ser feito.

Uma arma de fogo, uma Taurus calibre .38, foi apreendida com 05 munições intactas. Durante a preservação do local de crime, os policiais foram abordados por moradores, que relataram que um homem com diversas tatuagens pelo corpo havia invadido o quintal e os ameaçado de morte caso não abrissem o portão.

Até o momento da publicação desta matéria, o terceiro criminoso não foi recapturado. Segundo a PM, eles tinham histórico criminal por tráfico de drogas, roubo e outros delitos.

Não é permitida a reprodução deste conteúdo.