Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Bombeiros resgatam égua no 3º andar de prédio no RS

Pietro Oliveira/RBS

Em São Leopoldo, a 35 km de Porto Alegre, foi cenário de um inusitado resgate nesta terça-feira (14). Uma égua foi salva pelos bombeiros após ficar presa no terceiro andar de um prédio residencial vazio devido à enchente histórica do rio dos Sinos.

A operação de resgate, que durou sete horas, envolveu uma equipe de 15 pessoas e utilizou a técnica de tirolesa dinâmica. O animal, sedado, teve os olhos vendados e as patas amarradas para garantir sua segurança durante o procedimento. Veterinários acompanharam todo o processo.

Batizada de Esperança, a égua estava magra e apresentava desgastes nos cascos, provavelmente ocorridos antes dos cerca de dez dias em que esteve no edifício. Imagens divulgadas pelo governo do Rio Grande do Sul mostraram o animal sendo preparado e, posteriormente, içado para fora do prédio. Após o resgate, Esperança foi alimentada e hidratada, sendo transportada em um barco para um abrigo de animais, cujo local não foi informado pelas autoridades.

A enchente do rio dos Sinos, que atingiu a marca histórica de 8,20 metros na madrugada de 4 de maio, causou transbordamento dos diques e danos significativos ao sistema de contenção de cheias em São Leopoldo. É provável que a égua tenha subido pela escada do prédio em uma tentativa de escapar da inundação na rua.

Com informações de Banda B

Ao repostar nosso conteúdo, dê os devidos créditos.