Altas temperaturas e pouca chuva afetam produção de soja no norte do Paraná

Produtores de soja no norte do Paraná já calculam perdas na produção da safra 2023/2024 por conta do intenso calor entre final de dezembro e início de janeiro combinado com poucas e mal distribuídas chuvas no mesmo período. De acordo com o Departamento de Economia Rural, a estimativa mais recente de produção da soja passou de 21,8 milhões de toneladas para 19,2 milhões de toneladas em todo o Paraná. Agricultores do norte do estado calculam que a redução deve ficar em mais de 30%, levando em conta uma média histórica da produção.

Não é permitida a reprodução deste conteúdo.