52 detentos de Londrina são aprovados em universidade estadual do Paraná

De acordo com um levantamento da Polícia Penal, 52 presos em estabelecimentos penais de Londrina passaram no Vestibular 2024 da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Além deles, 14 ficaram na lista de espera. Após a confirmação dessas aprovações, os setores pedagógicos de cada unidade solicitam a documentação necessária para efetuar a matrícula na universidade. No entanto, a autorização para que eles possam, de fato, frequentar as aulas fora do sistema prisional deve ser feita por um juiz. De acordo com a Lei de Execução Penal, os estudos também permitem a chance de remição de pena.

Não é permitida a reprodução deste conteúdo.