Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Hamas aceita proposta de cessar-fogo na guerra em Gaza

Foto Ilustrativa

Nesta segunda-feira (6), o Hamas, grupo militante palestino, aceitou uma proposta de cessar-fogo na guerra de sete meses contra Israel em Gaza. A decisão veio horas após os militares israelenses instruírem os residentes a evacuar algumas áreas de Rafah, que tem sido o lar de mais de um milhão de pessoas deslocadas.

Ismail Haniyeh, líder do Hamas, comunicou aos mediadores do Catar e do Egito que o grupo concordou com a proposta de cessar-fogo, conforme uma breve declaração do Hamas. No entanto, a declaração não forneceu detalhes sobre o acordo e não houve comentário imediato de Israel.

Se implementado, o acordo marcará a primeira trégua desde a pausa de uma semana nos combates em novembro, após meses de tentativas infrutíferas de interromper os combates para libertar reféns e permitir a entrada de mais ajuda em Gaza.

Havia temores de que as negociações de cessar-fogo em andamento no Cairo tivessem sido interrompidas após Izzat al-Rashiq, uma autoridade do Hamas, alertar que qualquer operação israelense em Rafah colocaria as negociações de trégua em risco.

Rafah, localizada na extremidade sul da Faixa de Gaza, tem sido o último refúgio para cerca de metade dos 2,3 milhões de habitantes de Gaza, que foram forçados a se deslocar para o sul devido ao ataque israelense.

PLANTÃO DE INFORMAÇÕES

Aconteceu algo e quer compartilhar? Envie para nós!

Estamos nas redes sociais
Coloque o seu melhor e-mail e receba nossas atualizações

Ao repostar nosso conteúdo, dê os devidos créditos.