Em Medianeira, Tribunal do Júri condena a 25 anos de prisão réu por matar homem a tiros em via pública

O Tribunal do Júri de Medianeira, no Oeste do estado, condenou a 25 anos, 2 meses e 12 dias de prisão em regime inicial fechado um réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná pela morte de um homem em via pública no bairro Pedreira. O crime aconteceu na noite de 19 de junho de 2022, quando a vítima foi alvejada com oito tiros.

O Conselho de Sentença reconheceu como qualificadora apontada pelo MPPR o uso de recurso que dificultou a defesa da vítima. O réu – que já tinha sido condenado em outros três processos e, conforme concluiu o inquérito policial, integraria uma organização criminosa que atua a partir de presídios e seria o responsável por regular a disciplina dos membros desse grupo – está preso preventivamente desde outubro de 2022 e não poderá recorrer da sentença em liberdade.

Não é permitida a reprodução deste conteúdo.