Em ação conjunta, PRF e Receita Federal apreendem carregamento de agrotóxicos em Campo Mourão

Na tarde desta terça-feira (30), por volta das 13h30, na BR-272, policiais rodoviários federais e auditores da Receita Federal do Brasil em fiscalização focada no combate aos crimes transfronteiriços, deram ordem de parada ao condutor de uma Fiat Strada com placas de Umuarama, região noroeste do Estado.

O condutor não obedeceu essa ordem e empreendeu fuga sentido perímetro urbano de Campo Mourão. Porém, alguns quilômetros à frente, foi alcançado e preso pelas equipes.

Em fiscalização nas partes internas e também no compartimento de carga, os agentes constataram haver grande quantidade de embalagens com agrotóxicos oriundas do Paraguai, que após pesadas totalizaram 190 kg.

Segundo o condutor, um homem de 51 anos, ele comprou esses produtos na cidade de Toledo, região oeste do Estado e pretendia revendê-los em Maringá. Ele foi preso em flagrante e encaminhado com o veículo e os produtos à Delegacia da Polícia Federal em Maringá.

A introdução em território nacional, a armazenagem, o transporte e a utilização de agrotóxicos ou produtos de controle ambiental não registrados ou não autorizados pelo Ministério da Agricultura, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o IBAMA caracteriza-se crime, com pena que pode chegar a 9 anos de reclusão.

Não é permitida a reprodução deste conteúdo.