Arapongas registra primeira morte por dengue em 2024

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, confirmou na noite da última quarta-feira, 07, o primeiro óbito por dengue em Arapongas neste período epidemiológico – teve início em julho de 2023 e segue até o final de julho deste ano. Segundo a Secretaria de Saúde, trata-se de uma paciente de 64 anos que possuía comorbidades. O óbito foi confirmado após reunião técnica entre a Vigilância Epidemiológica de Arapongas e a 16ª Regional de Saúde de Apucarana. Este primeiro óbito será contabilizado no próximo boletim epidemiológico. “Infelizmente registramos este óbito por dengue em Arapongas. O que gera um alerta ainda maior. Estamos realizando diversas ações para conter a evolução de casos da doença, através dos serviços estratégicos, por meio dos nossos agentes de combates às endemias, mas é fundamental que a população colabore e nos ajude nessa luta. Queremos evitar novos casos e óbitos pela doença”, disse o secretário da pasta, Moacir Paludetto Jr. As atividades para combater e prevenir a proliferação do mosquito Aedes aegypti incluem ações de bloqueios, fiscalizações, pulverização com UBV Costal, visitas domiciliares, monitoramentos e orientações. “Entre os trabalhos desenvolvidos pelos ACE’s estão a instalação e monitoramento das armadilhas chamadas “ovitrampas” , auxiliando na retirada de mais de 120 mil ovos do mosquito”, acrescento Paludetto Jr.

 O boletim epidemiológico divulgado na tarde de ontem, 07, apresentou: 1.010 notificações, 127 casos confirmados – 80 adquiridos dentro do município e 47 importados. Outros 13 em investigação, 870 casos negativos.

SINTOMAS – A transmissão da dengue acontece durante a picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti infectado com o vírus. Após a picada, os sintomas podem aparecer em até 15 dias.

Normalmente, a primeira manifestação da dengue é febre alta (39°C a 40°C) que dura de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, fraqueza, dores no corpo, nas articulações e no fundo dos olhos. Podem ocorrer manchas que atingem a face, tronco, braços e pernas. Perda de apetite, náuseas e vômitos também podem ocorrer.

Você sabia?

Segundo estimativas do Ministério da Saúde, o Brasil pode atingir até 5 milhões de casos de dengue em 2024, isso se dá devido à combinação de fatores como o calor intenso e o grande volume de chuvas, ainda de acordo com informações o número de mortes também pode ser recorde esse ano.

DENUNCIE

Ajude a Prefeitura de Arapongas a fiscalizar! Em caso de denúncias, informações ou dúvidas por parte da população, basta acionar a Guarda Ambiental através do 153 ou a Secretaria do Meio Ambiente pelo 3902-1194.

Não é permitida a reprodução deste conteúdo.